Meio Ambiente

MEIO AMBIENTE

O aumento crescente da pressão sobre os recursos naturais para uso dos mais diversos fins e o uso adequado da terra, pode se tornar fatores críticos. Isto produz um novo clima de competição entre as indústrias, que sobreviverão àquelas que mais contribuírem para a melhoria da qualidade ambiental e de seus produtos, tornando-os menos agressivo ao ambiente, considerando para isso, a obtenção da matéria-prima, sua fabricação e seu emprego.

Não obstante, os esforços recentes no campo da preservação biológica, até o momento, a única forma viável pela qual a madeira possa ser protegida contra os agentes biótipos e abiótipos, responsáveis pelo fenômeno natural da degradação, é pela aplicação de preservativos que retardam sua ação, assim, o preservativo introduzido se fixa na parte interna da madeira, ficando confinado.

Os riscos ambientais relacionados à preservação de madeiras, são enfocados em diversos países, principalmente no primeiro mundo. Os órgãos que legislam e regulamentam o uso de preservativos, dia após dia se integram a esta realidade vigente:

a) do caráter localizado desse tipo de risco, circunscrito à área de influência das usinas e portanto da possibilidade de um controle efetivo;
b) do alto grau de fiXação dos modernos preservativos que torna reduzido o risco de contaminação dos efluentes por lixiviação dos ingredientes ativos que entram na sua composição.

A procedência da matéria-prima para este setor tem por base o reflorestamento. Portanto, o produto vai ao encontro do desenvolvimento auto-sustentado e a necessidade de proteger as matas nativas brasileiras.

É importante abordar a comparação da produção de postes de madeira com outros produtos de uso similar, como o postes de concreto ou ferro, em relação à conservação do meio-ambiente.

Neste aspecto fica claro as vantagens do emprego da madeira:

- É um produto natural renovável;
- Sua exploração e transformação necessita de menor energia.

* Um poste de madeira consome 2.400 Kcal.
* Um poste de concreto consome 550.000 Kcal.

Representa, portanto, um fator na conservação de energia que reflete menor desgaste ao meio ambiente.

RECICLAGEM DOS POSTES

reciclagemConsiderando as exigências ambientais impostas pela legislação, a Icotema assume o compromisso de receber de volta os postes de nossa fabricação, quando inutilizadas ou com a sua vida útil terminada.

Os postes são recebidos na fábrica, feito triagem, dando destino ao material, podendo ser reutilizados como postes de menor dimensão, tora, estaiamento, ou reutilização controlada para uso rural, como mourões, etc.. O material descartado, é destinado a queima em fornos controlados ou aterros ecológicos com certificado.

 

Comments are closed